O QUE PODEMOS APRENDER COM YOUTUBE AS DECISÕES RUINS ONLINE DE 2018 NO SPOTIFY

Just another WordPress site

O QUE PODEMOS APRENDER COM YOUTUBE AS DECISÕES RUINS ONLINE DE 2018 NO SPOTIFY

 

2018 foi um ano de muito aprendizado em vários âmbitos de nossas vidas. Muitos conceitos foram desconstruídos, muitas mudanças ocorreram em nosso modo de vida e nossas formas de enxergar o mundo. Mas uma coisa que amadureceu muito foi a forma spotify marketing que enxergamos plays spotify as redes sociais e como muito do que fazíamos pode ser aprimorado.

Isso pode ser facilmente notado na forma de agir de algumas empresas perante as redes sociais. Que tal darmos uma olhada em algumas falhas que foram cometidas no ano de 2018 para que aprendamos com os erros a não incidirmos em tais pecados mais uma vez?

FALAR DE QUESTÕES CONTROVERSAS:

Em Janeiro de 2018 a H&M entrou em uma grande crise de reputação quando, lastimavelmente, comentou que comprar plays brasileiras um jovem negro ao usar uma camisa verde seria o “Macaco mais descolado da floresta”. Essa falta de tato e de percepção do teor dúbio gerou uma mancha no histórico da marca;
FALHAS COMPORTAMENTAIS: Muitas pessoas hoje vinculam melhorando os resultados no youtube suas redes sociais diretamente às suas personalidades, e isso pode ser tanto uma jogada inteligente quanto colocar tudo a perder. Caso não exista um filtro, talvez algumas partes de comprar inscritos youtube sua vida possam gerar polêmicas, como foi o caso de empresas tais quais Dolce & Gabbana, Papa John’s e outras que acabaram por sofrer impactos financeiros tão somente por conta de seus representantes e visualizações no youtube atos particulares;
DESCONECTAR-SE DOS OUTROS: Em 2018, mais plays brasileiras no spotify especificamente em fevereiro, Kylie Jenner, grande influenciadora, postou em seu Twitter que o Snapchat havia morrido, e logo após isso o valor de mercado caiu $1.3 Bilhões. Esse é o poder que um post depreciativo pode ter em sua marca caso se desconecte completamente de outras personalidades e se não fechar parcerias com outras páginas.

No Comments

Add your comment